Loading...

Programas de Inclusão no Mercado de Trabalho

Jerónimo Martins

Projecto

Com o objetivo de possibilitar a frequência de formação prática em contexto de trabalho a grupos de cidadãos com especial vulnerabilidade em termos de acesso ao emprego, o Grupo Jerónimo Martins estabeleceu vários protocolos com organizações e instituições de ensino e promotoras da inclusão social procurando oferecer formação e experiência laboral nas suas lojas. Estes protocolos são destinados a pessoas migrantes e refugiadas, jovens em risco, estudantes e pessoas com deficiência.

Em colaboração com o JRS – Serviço Jesuíta aos Refugiados, durante 18 meses foi possível oferecer a 36 jovens migrantes a oportunidade de obterem um percurso formativo em contexto real de trabalho e desenvolver competências técnicas e relacionais para o acesso ao mercado de trabalho.

No âmbito da integração de jovens em situação de risco social, destaca-se a parceria com a Casa Pia de Lisboa, através da qual anualmente recebemos vários jovens para completarem os seus percursos curriculares nas diversas Companhias pertencentes ao Grupo Jerónimo Martins.

Um dos exemplos de acolhimento de pessoas com deficiência, é a parceria com a Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger (APSA) que pressupõe a integração de jovens para aquisição de competências pessoais, relacionais, técnicas e profissionais. Destaca-se, ainda, a parceria com o projeto SEMEAR da Associação BIPP – Inclusão para a Deficiência, destinado a formar profissionalmente jovens com dificuldades intelectuais do desenvolvimento na área agrícola e tarefas relacionadas.

Impactes quantitativos e qualitativos

Em 2016, estes protocolos permitiram a formação de cerca de 70 pessoas, resultando na contratação de quase um terço das mesmas, dos quais destacamos:

  • No final do programa “Capacitação 4 Job” com o parceiro JRS, 23 jovens migrantes foram contratados pelo Grupo;
  • A parceria com a Casa Pia de Lisboa contou com 17 formandos que efectuaram formação prática em contexto de trabalho;
  • A parceria com a APSA resultou na contratação de um dos dois jovens integrados na Cozinha Central de Odivelas: dos 12 acolhimentos do projeto Semear nas Companhias Pingo Doce e Recheio, 2 jovens foram contratados para cada uma das Companhias.
Mais informação do projecto
2017-12-14T16:44:21+00:00