Loading...

Programas de Inclusão no Mercado de Trabalho

Jerónimo Martins

Projeto:

Com o objectivo de possibilitar a frequência de formação prática em contexto de trabalho a grupos de cidadãos com especial vulnerabilidade no acesso ao emprego, o Grupo Jerónimo Martins criou o programa INCLUIR, estabelecendo vários protocolos com organizações e instituições de ensino que promovem a inclusão social em Portugal. Este programa tem como objectivo a criação de oportunidades de emprego a grupos de pessoas em situação de desvantagem no acesso ao mercado de trabalho, destacando-se as pessoas com deficiência, migrantes e refugiados e pessoas em situação social de risco, procurando oferecer formação e experiência laboral nas suas lojas.

O Project Search, um programa de transição para a vida activa destinado a jovens adultos com necessidades educativas especiais, foi desenvolvido em parceria com a Cooperativa Focus, com a finalidade de facilitar a aprendizagem de competências em contexto real de trabalho. Além disso, trabalhamos com dezenas de instituições e organizações especialistas nas diferentes áreas de inclusão social e deficiência, como o Centro de Recursos da Casa Pia de Lisboa (dedicado a pessoas surdas), a Associação Salvador (que apoia pessoas com mobilidade reduzida), a Fundação LIGA, a APSA – Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger e a CERCICA – Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Cascais, entre outras.

No apoio às pessoas em situação social de risco, destaca-se a parceria com a instituição Arco Maior através da qual acolhemos jovens excluídos do sistema formal de ensino, proporcionando-lhes oportunidades de aproximação ao mercado de trabalho.

No âmbito dos programas de inclusão para migrantes e refugiados, destaca-se a parceria com o Lisbon Project, uma associação sem fins lucrativos cuja missão é integrar e proteger a vida de migrantes e refugiados na cidade de Lisboa, através da qual financiamos aulas de português. Desenvolvemos ainda o projecto Work Up, em parceria com o JRS – Serviço Jesuíta aos Refugiados, que capacita profissionalmente pessoas refugiadas e migrantes através de formação prática em contexto de trabalho.

Na Polónia, focamo-nos na inclusão de colaboradores provenientes de países do leste da Europa, nomeadamente da Ucrânia. Para a sua melhor inclusão, a Biedronka tem investido na criação de condições de vida e legalização destes colaboradores. Também os materiais de comunicação interna foram adaptados de modo a que estes colaboradores estrangeiros sejam integrados na cultura e funcionamento da Companhia.

Impactes quantitativos e qualitativos:

Em 2019, em Portugal, proporcionámos 110 acolhimentos para formação prática em contexto de trabalho e contratámos 88 pessoas.

No mesmo ano, demos continuidade às cerca de 40 parcerias existentes com instituições e organizações especialistas nas diferentes áreas de inclusão social, recebendo candidatos de todas as tipologias de deficiência.

Na 2ª edição do Projecto Search, acolhemos 10 estagiários no hipermercado Pingo Doce e na loja Recheio em Braga, durante 10 meses.

Em 2019, quatro jovens moçambicanas tiveram oportunidade de estagiar nas áreas de Marketing, Qualidade & Segurança Alimentar e ainda na empresa Seaculture. Ao longo das quatro edições, o Grupo já proporcionou a 11 “Girl Movers”, das áreas de Engenharia Agrícola, Controlo e Qualidade Alimentar, Gestão de Marketing, entre outras, o reforço de competências técnicas, com o objectivo de as tornar mais capazes de enfrentarem os desafios do mercado de trabalho moçambicano e de colocarem o seu talento ao serviço daquele país.

Mais informação do projecto
2020-07-09T15:02:49+01:00