Loading...

Reduzir emissões de GEE na logística

Jerónimo Martins

Projeto:

Como a actividade principal do Grupo é a Distribuição, Jerónimo Martins procura reduzir os impactes ambientais associados aos processos de logística em toda a cadeia de valor, minimizando o consumo de matérias-primas e de energia, bem como diminuindo a quantidade de emissões de gases com efeito de estufa (GEE) e de resíduos gerados.

Com este foco, o Grupo tem implementado diversas medidas, das quais se destacam:

  • O uso de veículos que cumprem os requisitos Euro 5 e Euro 6, nas suas operações na Polónia, em Portugal e na Colômbia, e a introdução de camiões a gás natural liquefeito e camiões de baixo peso (que permitem reduzir o consumo de combustível) na frota do Pingo Doce;
  • O programa de retorno (backhauling) que, iniciado em 2011, consiste na passagem, após a entrega de produtos nas lojas, pelas instalações de fornecedores do Grupo para recolher mercadorias e transportá-las até aos Centros de Distribuição;
  • O projecto de fronthauling, implementado no Pingo Doce, que prevê que a rota de regresso dos fornecedores às suas instalações, após a entrega de produtos nos Centros de Distribuição do Grupo, inclua a passagem pelas nossas lojas para entregar mercadoria;
  • O projecto de transporte de mercadorias não paletizadas, para optimizar as cargas no transporte entre as instalações dos fornecedores e os nossos Centros de Distribuição, iniciado nas operações do Grupo na Colômbia;
  • O projecto by-truck, também iniciado na Colômbia, que recorre a atrelados para transporte de mercadorias entre os Centros de Distribuição de duas regiões e as lojas mais distantes, com objectivo de reduzir as distâncias percorridas.

 

Impactes quantitativos e qualitativos:

  • Em 2019, 81% das viaturas de transporte de mercadorias em Portugal, 95% na Polónia e 32% na Colômbia cumprem os requisitos Euro 5 ou Euro 6 definidos pela União Europeia;
  • A introdução de dois camiões a gás natural liquefeito e sete camiões de baixo peso na frota exclusiva Pingo Doce permitiu evitar a emissão de 221 toneladas de CO2e;
  • Entre 2011 e 2019, a operação de backhauling correspondeu a cerca de cinco milhões de paletes recolhidas e a 68,3 milhões de quilómetros poupados em viagens, o equivalente a quase 89 viagens à lua de ida e volta, tendo evitado a emissão de 64,2 mil toneladas de CO2e;
  • Com o projecto de fronthauling, em 2019 foram entregues 21.894 paletes nas lojas Pingo Doce, tendo sido poupados 71.783 km e evitada a emissão de 63 toneladas de CO2e;
  • O projecto de transporte de mercadorias não paletizadas implementado na Colômbia em 2019, permitiu a poupança de 1.276.916 km, equivalente a 1.999 toneladas de CO2e evitadas;
  • Também em 2019, o projecto by-truck na Colômbia resultou na poupança de 24.080 km, evitando a emissão de 19 toneladas de CO2
Mais informação do projeto
2020-06-29T16:09:13+01:00